EX CONFESSA TENTATIVA DE FEMINICÍDIO E HOMICÍDIO E,…É SOLTO!

A GUARDA COMPARTILHADA PODE FACILITAR UM FEMINICÍDIO?
3 de janeiro de 2018
IGUALDADE SALARIAL? LÁ EM 2020, AQUÍ…
5 de janeiro de 2018

EX CONFESSA TENTATIVA DE FEMINICÍDIO E HOMICÍDIO E,…É SOLTO!

O homem perdeu o medo da justiça, porque ela não existe!”. Esse foi um dos comentários que li sobre a notícia que José Carlos dos Santos, de 31 anos, tentou matar a ex-mulher a facadas atingindo também o namorado da filha, que tentou socorrê-la, em Jundiaí, SP, na madrugada de 27/12. As vítimas foram internadas em estado grave. O homem fugiu, foi localizado, levado à delegacia, confessou e,… foi solto! Por que não foi preso? Vamos lá: Por que não havia mandado de prisão contra ele. A Polícia Civil informou que o boletim de ocorrência e pedido de prisão eram de responsabilidade da Delegacia da Mulher (DDM). Entretanto o mandado não foi expedido. O delegado do plantão policial orientou que José Carlos se apresentasse na DDM. Sério. Orientar o “réu confesso” de uma tentativa de feminicídio e de homicídio ou lesões corporais a se apresentar espontaneamente em outra delegacia?! Obviamente, ele “evaporou”. Daí o comentário do leitor com o qual iniciamos este post. A filha da vítima relatou que o pai foi até a casa para fazer um acordo da pensão alimentícia. Após uma discussão  o homem acertou a vítima com golpes de faca.O namorado da filha estava na residência e tentou conter o homem, mas também foi atingido com diversas facadas.

Alguns rapazes que moram no mesmo bairro que José Carlos, o reconheceram num terminal de onibus e o agrediram. Por ironia do destino, José Carlos foi parar no mesmo hospital onde estavam suas vítimas. Só então, finalmente, o pedido de prisão foi concedido e executado.

Não sou advogada. Entretanto, como leiga mas interessada, tenho algumas perguntas que não querem calar:

  • O ex comete duplo crime, sendo um deles tentativa de feminicídio, foge, é encontrado pela polícia, confessa e é solto logo depois, por quê?
  • Por que o delegado que o atendeu inicialmente, não solicitou diretamente à DEAM o pedido de prisão?
  • A polícia acredita realmente que esse homem iria por livre e espontânea vontade se apresentar em outra delegacia? Santa ingenuidade! 

Se alguém puder gostaria que me explicasse. Tenho várias ideias de respostas que, infelizmente não posso externar…

 

https://g1.globo.com/sp/sorocaba-jundiai/noticia/apos-ter-alta-suspeito-de-tentar-matar-a-ex-mulher-a-facadas-e-preso-em-jundiai.ghtml

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook