IGUALDADE SALARIAL? LÁ EM 2020, AQUÍ…

EX CONFESSA TENTATIVA DE FEMINICÍDIO E HOMICÍDIO E,…É SOLTO!
4 de janeiro de 2018
MÃE RI E GRITA, ESTUPREM!
6 de janeiro de 2018

Todos sabem que os salários das mulheres são mais baixos devido à menor produtividade, pois interrompem a carreira com mais frequência, têm jornada muitas vezes menor que a dos homens e tendem a se concentrar em ocupações que remuneram menos.”; “Se la elas tiverem as mesmas regalias q as daki tem, essa medida surtirá efeito contrario”; “Igualdade de direitos exige igualdade de competência pra ser verdadeiramente justo.”. Esses são alguns dos comentários que li sobre a notícia que a Islândia se tornou, no dia 01/01, o primeiro país do mundo a colocar em vigor uma lei que legaliza a igualdade  salarial entre homens e mulheres. Esses comentários, todos feitos por homens, mostram claramente o quanto existe discriminação de genero no mercado de trabalho aqui. Não é à toa que o Brasil ocupa a 79º posição do ranking de 144 países no que se refere a paridade de genero segundo o Fórum Econômico Mundial.

As mulheres têm menos competência? Já está mais do que provado que as mulheres apresentam excelente aptidão para cumprir tarefas e pôr em prática as teorias e conceitos mentais adquiridos. As mulheres têm menor produtividade? A luta da mulher pela inserção no mercado de trabalho por séculos, fez com que elas valorizassem o trabalho de tal forma a alcançar uma produtividade acima de qualquer questionamento. Por que ainda se concentram em ocupações que remuneram menos? Precisa explicar? Os comentários que vimos já explicam por si só. As mulheres interrompem a carreira com frequência? Quando ocorre, na maioria dos casos, não é por livre e espontânea vontade, mas sim por uma cultura machista que discrimina a mulher grávida e a mãe. Já imaginaram os homens engravidando? Iam querer no mínimo, um ano de licença maternidade! Por fim, quais as regalias que as mulheres têm? Trabalho em dupla jornada, sendo uma sem remuneração – “no lar”? Sofrerem assédio no trabalho? Licença maternidade após trabalharem quase nove meses grávidas para cuidarem de um recém-nascido – tarefa simples, não é “papai”?

Uma das principais razões para a implementação da lei na Islândia, é que quase a metade de seus parlamentares são mulheres. Enquanto aqui das 594 cadeiras do Congresso Nacional, apenas 63 são ocupadas por mulheres. E infelizmente, dessas, poucas  lutam realmente pelos direitos das mulheres…

“Os direitos iguais são os direitos humanos. O fosso salarial de gênero é, infelizmente, um fato no mercado de trabalho islandês e é hora de tomar medidas radicais, temos o conhecimento e os processos para eliminá-lo”, afirmou Thorsteinn Viglundsson, ministro da Igualdade e Assuntos Sociais da Islândia.O país pretende eliminar a desigualdade salarial até 2020. ENQUANTO AQUI…

 

 

Fontes:

https://www.noticiasaominuto.com.br/mundo/496487/islandia-cria-lei-de-igualdade-salarial-entre-homem-e-mulher

https://g1.globo.com/mundo/noticia/islandia-adota-certificacao-inedita-para-forcar-empresas-a-pagar-igualmente-mulheres-e-homens.ghtml

https://gilbert92.jusbrasil.com.br/artigos/172166653/mulheres-no-congresso-nacional

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook