AUMENTAM OS ESTUPROS EM MENINAS POR PESSOAS PRÓXIMAS…
12 de janeiro de 2018
MACHISMO ATÉ PRA XINGAR OU TODA P* É UMA DEUSA.
14 de janeiro de 2018

POR TRÁS DAS CICATRIZES

Quantas vezes vocês já perceberam alguém que evita usar algum tipo de roupa ou se expor por causa de uma ou várias cicatrizes? Evita por exemplo fazer selfies ou quando faz procura sempre um jeito para não aparecer aquela “marca”. As cicatrizes fazem parte de nossa história. Algumas visíveis outras não. Mas elas não nos definem. Elas mostram que em algum momento superamos um p*** obstáculo.E somos sobreviventes. Uma mastectomia, um incêndio, um acidente, uma complicação cirúrgica, uma violência doméstica e, por aí vai.

A fotógrafa Sophie Mayanne, 24 anos, traz no corpo várias cicatrizes, de sua  jornada contra o câncer. “Cada uma é um lembrete de tudo o que eu passei. No início, eu as odiava, sentia-me feia e nada sexy. À medida que o tempo passou, eu estou aprendendo a amá-las, já que elas contam a minha história. Agora, eu as carrego com orgulho, sabendo que elas me construíram ao invés de me definirem. Elas me lembram o quão forte eu tive que ser, e como eu continuarei a enfrentar a vida daqui pra frente “. Diz ela, que resolveu criar um projeto fotográfico Behind The Scars por trás das cicatrizes* para aqueles que escondem suas cicatrizes revelá-las ao mundo. Ela fotografou quase 100 pessoas para isso. “Eu sinto que as imagens são agora mais honestas e têm uma qualidade mais real e natural sobre elas”, disse Sophie Mayanne. “Elas realmente capturaram a beleza da cicatriz, grande ou pequena, sua história e a essência do seu portador”.

Eu tenho uma cicatriz na barriga resultado de uma cirurgia mal feita, que vai do umbigo até o início da região pélvica. Nunca deixei de usar biquini por isso. Claro que percebo algumas pessoas olharem. Mas fazer o quê? Deixar de usar o que gosto para evitar olhares de curiosidade? Problema deles, não meu. Costumo dizer que o importante é o conjunto da obra, rsrs. Não vale a pena deixarmos de viver plenamente nossa vida por algo que só incomoda a alguns e, não à gente. Minha cicatriz tem história. Ela é parte da minha história. Eu não seria hoje, completa sem ela, sem minhas rugas, sem minhas celulites, sem minhas sardas,.. Quem se importa com elas? Eu, com certeza, não!

 

Fonte:

https://estilo.uol.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook