“A PORNOGRAFIA DA VINGANÇA QUASE ME MATOU”

O MÉDICO É OBRIGADO A “DENUNCIAR” ABORTO?
26 de janeiro de 2018
VOCÊ MUDARIA FISICAMENTE, PELO SEU COMPANHEIRO?
28 de janeiro de 2018

“A PORNOGRAFIA DA VINGANÇA QUASE ME MATOU”

Chrissy Chambers

“Você acha que Chrissy Chambers é um exemplo? Na verdade, ela é uma prostituta, vejam esses vídeos”. Após essa postagem feita pelo ex-namorado, de vídeos íntimos não autorizados, a vida da youtuber americana Chrissy Chambers, virou de ponta cabeça. “Eu literalmente caí no chão e senti como se estivesse sendo atingida por um bastão de baseball. Descobrir que o vídeo existia e descobrir que isso aconteceu… era como se meu mundo estivesse caindo”.

Chrissy Chambers

Chrissy tinha um canal no YouTube com a namorada Bria Kam com mais de 50 mil inscritos, muitos deles jovens mulheres que se inspiravam no talento dela como cantora. Ela tomou a decisão de processar o ex-namorado e, ganhou o caso agora em janeiro/18, após quase cinco anos na justiça. Conseguiu uma indenização, além de ter ficado com os copyrights dos vídeos,feitos entre 2008 e 2009 (quando tinha 18 anos),o que dá a ela o poder para conseguir tirá-los do ar em caso de tentativa de repostagem. “O mais importante é que meu caso abriu jurisprudência para outros desse tipo, para ajudar outras vítimas”, comemorou.“Isso afetou minha vida de todas as formas imagináveis. Tenho transtorno de estresse pós-traumático, me vi alcoólatra aos 23 anos. Quase morri. Tive depressão, ansiedade, pânico noturno. Afetou minha relação (com a namorada)”. Hoje, Chrissy Chambers é uma ativista contra a pornografia de vingança.

Chrissy Chambers e a namorada Bria Kam

Ela incentiva outras vítimas a também denunciarem seus casos. “Eu sei como é difícil. Há muitos dias em que não me sinto forte para seguir na luta. Mas a Justiça pode chegar. Finalmente aprendi que havia uma luz no fim do túnel. Então, não percam a esperança”, reforçou ela. Além da vitória na corte,  Chrissy Chambers teve outro motivo para comemorar. Minutos depois de sair a sentença, ela pediu sua namorada, Bria Kam, em casamento. As duas vivem em Los Angeles e administram dois canais no Youtube que, juntos, somam 1 milhão de seguidores.

Foram anos de angústia, insegurança e transtornos pessoais e profissionais na vida de uma jovem por um ato medíocre de vingança. Ato que está se tornando arma de muitos homens que nas suas visões machistas,  não aceitam perder “a propriedade da mulher”.  O que fortalece esses “indivíduos” é exatamente a omissão, o medo e a vergonha das vítimas. Denunciar sempre, é o melhor caminho.

 

Fonte: http://www.bbc.com/portuguese

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook