QUE TAL UMA FESTA DE DESPEDIDA DE RELACIONAMENTO ABUSIVO?

LUISA 11 ANOS ESTUPRADA PELO PAI, 4 FILHOS – MÃE CONIVENTE
8 de fevereiro de 2018
“QUE TIRO FOI ESSE?”
10 de fevereiro de 2018

QUE TAL UMA FESTA DE DESPEDIDA DE RELACIONAMENTO ABUSIVO?

Só quem já viveu um relacionamento abusivo pode entender perfeitamente o que significa conseguir sair dessa situação. Já conversei com algumas mulheres que viveram ou vivem nesse tipo de relação. Todas tinham um ponto em comum: se encantaram, num primeiro momento pelos companheiros ou ex. Sim. A princípio eles se apresentaram como “homens ideais”. Carinhosos, simpáticos, interessados, até charmosos. Como uma delas me relatou, “quase um príncipe encantado” que ela conheceu num momento de extrema fragilidade emocional. Afinal, estava saindo de uma relação, segundo ela, conturbada. Aos poucos eles foram se mostrando possessivos – até aí, elas achavam que era simplesmente ciúmes, ou zelo, como uma delas me disse. Depois foram as exclusões familiares, as proibições, as torturas psicológicas e finalmente as agressões físicas.

Por que estou contando isso? Li recentemente no site https://estilo.uol.com.br, que a pernambucana Kesia Salgado, 29 anos, criou em Recife um tipo de festa chamada “New Life Party” ou “Festa de Despedida do Relacionamento Abusivo”. Uma festa com tudo que tem direito: Espaço decorado, música, comes e bebes e amigas. “Ao me dar conta do risco que nós mulheres corremos nas relações, decidi organizar um tipo de festa que pudesse acolher quem já passou por isso.” Disse Kesia ao site.

E por que não, uma festa de divórcio, como fizeram as amigas de Nicole Niesner.  No mesmo dia em que ela assinou seu divórcio, suas amigas fizeram uma surpresa e fizeram uma festinha para ela não passar a primeira noite sozinha. Mas não foi uma festa qualquer! Elas foram vestidas de noiva e o tema era: “divórcio”, conforme site http://razoesparaacreditar.com.

Amei a ideia. Amei a sensibilidade da Kesia Salgado. Após conseguir sair de uma “furada” como é o relacionamento abusivo, o que melhor podemos fazer é acolher e mostrar àquela amiga que a vida segue. Que existe um mundo de opções para ser feliz. E por que não começar com  uma Festa de Despedida do Relacionamento Abusivo?  Uma festa comemorando esse renascimento?  

2 Comentários

  1. Kesia Salgado disse:

    Que maravilhoso esse texto e incentivo para que nós mulheres estejamos mais presentes e comemorando cada renascimento.

    Muito obrigada.

    Um beijão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook